segunda-feira, 4 de janeiro de 2021

57 anos da morte do deputado Paulo Viana de Queiroz - Por Profº. Marcos Silva

Há 57 anos atrás, o povo de Bonito recebia a triste notícia do fatídico falecimento do Deputado Estadual Paulo Viana de Queiroz, um filho do Bonito adorado e respeitado pela pessoa que foi e o cidadão político que marcou história em nosso Estado, falecido em um acidente na BR-232.
Conheça um pouco da história de Paulo Queiroz em um texto do Profº. Marcos Silva

PAULO VIANA DE QUEIROZ

Nasceu na cidade do Bonito em 22 de Setembro de 1929, filho do casal Manoel de Queiroz Lima ex-prefeito do Bonito e D. Etelvina Viana de Queiroz, Foi batizado pelo reverendo Cônego Chicó no dia 13 de outubro do mesmo ano, sendo seus padrinhos Candido de Souza Viana e D. Mariana Cabral Viana.

Estudou na Escola Normal nº 03 de 1938 a 1942, sendo sua primeira professora primária a Sra. Maria do Carmo Bezerra de Menezes - D. Mariinha, como era conhecida por todos e tia de Prof. Dimas César. De 1943 a 1946 fez o curso ginasial no Ginásio de Caruaru, que na época tinha a direção do Dr. Luiz Pessoa. Em 1947 segue para o Recife onde cursou no Colégio Carneiro Leão o seu curso secundário de 1947 a 1949, durante este período de estudante secundarista e superior de direito, residiu na famosa Casa do Estudante de Pernambuco, onde se destacou nas várias lideranças que esteve a frente quando estudante, fez o bacharelado em direito pela Faculdade de Direito, de 1950 a 1954.

Nesse período em uma de suas várias vindas ao Bonito, funda em 1952 o Ginásio Barão do Bonito juntamente com outros ilustres cidadãos bonitenses que aqui cito alguns; Pe José Augusto, João Geminiano, Cel. José Coelho, Dr. Alberto d'Oliveira, José Heleno Cardona, Prof. Amaro Araujo, Prof. Dimas César e a Profa. Lucinete Jordão (D. Netinha Jordão, um ícone da história educacional do Bonito, pessoa de grande personalidade e exemplo). Mais tarde o referido ginásio vai receber o seu justo nome Colégio Cenecista Paulo Queiroz, em virtude de seu falecimento.

Foi presidente da CNEG, escriturário do Departamento de Terras e Colonização da S.A, diretor-fundador do Jornal A TRIBUNA, trabalhou como advogado por pouco tempo no escritório do também bonitense o Dr. Amaury Pedroza, no 3º andar do prédio do Jornal do Commércio, na Rua da Imperatriz. Mas foi como político que o Dr Paulo Queiroz mais se destacou chegando a ser eleito por três mandatos como Deputado Estadual de Pernambuco, carreira esta que iniciara desde os tempos de líder estudantil na C.E, foram seus mandatos, o primeiro de 1955 a 1958 eleito com 2.102 votos, O segundo de 1959 a 1962 eleito com 3.409 votos, durante sua segunda legislatura exerceu o cargo de secretário da Assembléia Legislativa de Pernambuco; e o seu terceiro e último mandato de 1963 a 1966, eleito com 4.262 votos, este interrompido pelo trágico acidente automobilístico no Km 50 da BR 232 na noite de 31/12/63, quando retornava ao Recife.

Sua morte foi noticiada em todos os jornais do Estado, deixando a todos consternados. Seu funeral aconteceu no dia 1º de Janeiro de 1964, onde mais de nove mil pessoas vieram dá seu último adeus ao querido deputado pernambucano e com orgulho podemos dizer bonitense. Para encerrar minhas palavras neste breve histórico, cito aqui alguns depoimentos de amigos do Dr. Paulo, que encontrei em meus arquivos, concluindo assim minhas homenagens:

- Dr. Jório Valença, advogado e amigo - " O nome PAULO VIANA DE QUEIROZ está nos anais da Assembléia Legislativa do Estado como o de um parlamentar culto, honrado e sobre tudo, atuante."

- Profa. Lucinete Jordão, amiga e companheira na Campanha das Escolas Cenecistas, em Pernambuco - " PAULO VIANA, muito cedo despontou como líder estudantil, em seguida líder político, seu forte; e mais adiante como líder educacional através das Escolas da CNEG."

- Dr. José Orlando, amigo e colega de Faculdade - " (......) PAULO VIANA DE QUEIROZ foi um homem de caráter, de cultura política, defensor dos injustiçados, sem inimigos a encontrar e ainda, se vivo fosse, Pernambuco estaria bem mais servido no cenário nacional, certamente."

Aqui termino um pouquinho do meu acervo biográfico sobre este que podemos considerar um dos maiores nomes da política bonitense, mas antes quero agradecer a algumas ilustres pessoas que contribuíram para este meu acervo me dando prestimosas informações sobre o mesmo, foram elas: D. Netinha Jordão, Dr. Lucídio José Oliveira, D.Zizy Villar e Prof. Dimas Cesar.



Prof. Marcos André. Bonito 30/12/2013 . Relembrado 31/12/2018 e atualizado em 31/12/2020

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para acessar postagens mais antigas clique aqui

Para acessar postagens mais antigas clique aqui