segunda-feira, 31 de agosto de 2020

Coluna ZooPet - A importância de castrar cães e gatos - Por Dr. Rodolfo Godoy

Reprodução/Internet
Com base em dados oficiais do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o senador Luis Carlos Heinze (PP-RS) aponta que o Brasil já é o segundo país na quantidade de animais de estimação. Os números de 2018 indicam a presença de 139,3 milhões desses animais. São 54,2 milhões de cães, 39,8 milhões de aves, 23,9 milhões de gatos, 19,1 milhões de peixes e 2,3 milhões de outras espécies (répteis, anfíbios e pequenos mamíferos). O Brasil já tem mais cães e gatos do que crianças em seus lares, segundo o IBGE.

Opinião unânime entre os profissionais da área que a castração é a única maneira ética e eficaz de controle de cães e gatos abandonados, além de prevenir diversas doenças. Porém, o número de castração só não é maior porque nos grandes centros, infelizmente, esbarra na falta de informação e pouco interesse do poder público em patrocinar.

Ainda é muito comum o uso de substancias injetáveis, as chamadas vacinas anticio, para evitar que cadelas e gatas ovulem e emprenhem, onde causam transtornos incalculáveis a estes animais ( câncer, piometra e aborto ). O pior que existem pessoas que aplicam sem saber se a gata ou cadela já estejam gestantes e aí causando diversos problemas levando até o óbito da mãe pet.

A castração é a única forma de evitar a superpopulação de cães e gatos que é um caso sério de saúde pública, onde a maior parte dos animais não consegue um lar, ficando pelas ruas, reproduzindo indesejadamente, com sede, fome, sem abrigo, doentes, correndo riscos de atropelamento, maus tratos. Com a superpopulação de cães e gatos pode favorecer aparecimento de algumas zoonoses, tais como: Raiva, Toxoplasmose, Leishmaniose, Esporotricose e Giardia.

Após a castração os animas tendem a ficar mais tranquilos, podendo ganhar peso, por isso a importância de alimentação balanceada e o estímulo de atividade física, com brincadeiras e caminhadas.

As vantagens da castração:

Benefícios na castração das fêmeas:

- Após a castração os animas tendem a ficar mais tranquilas, podendo ganhar peso, por isso a importância de alimentação balanceada e o estímulo de atividade física, com brincadeiras e caminhada;
- Antes do primeiro cio (aproximadamente 08 meses de idade) praticamente zera o risco de câncer de mama;
- Não entram no cio (sangramento) de 3 em 3 meses, deixando de atrair vários machos em seu portão e evita que ela fuja para cruzar;
- Diminui o risco de doenças no útero, principalmente da piometra, que atinge quase 60% das cadelas;
- Não procriarão, porque procriar não é sinônimo de saúde e ela não precisa ter a primeira cria;
- Elimina a gravidez psicológica que ocorre em algumas cadelas depois do cio, as mamas podem aumentar, ocorre a produção de leite e aumenta a irritabilidade da cadela;

Benefícios na castração dos machos:

- Evita o aumento da próstata de forma diferenciada chamada de hiperplasia da próstata;
- O animal estará livre dos tumores nos testículos;
- Nos gatos diminui em quase 90% o problema de trato urinário, causado pela irritação da mucosa na bexiga e na uretra;
- Deixam de fugir para ir atrás de fêmeas no cio, evitando brigas com outros cães nas ruas;
- Ficam mais tranquilos porque deixam de produzir hormônios sexuais não permitindo que eles fiquem irritados por não poder cruzar;
- Não tem tanta necessidade de marcar o território com urina, mas continuam guardiões da casa com instinto de proteger o ambiente em que vivem.

Seja um tutor responsável, castre seu animal de estimação. A castração só oferece benefícios para seu melhor amigo e você contribui para a diminuição do crescimento populacional.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para acessar postagens mais antigas clique aqui

Para acessar postagens mais antigas clique aqui
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...