segunda-feira, 6 de julho de 2020

Família presta homenagem a d. Maria Ana

Familiares lamentaram a perca de sua matriarca. Maria Ana da Silva, ocorrido no dia 28 de junho de 2020. Nascida em 06 de abril de 1929, em Bonito, Maria Ana dos Santos assim foi registrada uma das primeiras filhas do casal Amaro Vicente dos Santos (1904-1968), mais conhecido por Amaro Ouro e Ana Francisca dos Santos (?-1977), conhecida por Ana Ouro.

Oriunda de uma família de 11 irmãos, todos residentes no Sítio Boa Vista, zona rural de Bonito. Aos 24 anos, casou-se na Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição, no dia 30.12.1952, com o jovem Rogaciano Dionísio da Silva (1931-1998), popularmente conhecido por Roque Dionísio, filho de Manoel Dionísio e Ângela Dionísio, ambos do Sítio Boa Vista. Quem deu as bênçãos nupciais foi o Pe. José Augusto Vidal.

No início da década de 1960, o casal adquiri a propriedade do Sr. Olegário Luís e sua esposa, mo Sítio Boa Vista. E a partir dai os jovens começam a toca a vida principalmente com a criação de animais e venda de leite. Com a chegada dos filhos, no total de 11, apenas 3 sobreviveram. Em seguida dona Maria Ana ganhou netos e bisnetos dando continuidade ao legado deixado pela tão amada avó.

Para um de seus neto, o professor e historiador Tiago Santos, dona Maria Ana era “uma mulher que deixa um grande legado para todos da família que darão continuidade a sua história. Até a eternidade, Vó do Sítio”, disse Tiago.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para acessar postagens mais antigas clique aqui

Para acessar postagens mais antigas clique aqui
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...