sábado, 29 de janeiro de 2011

Bacamarteiros se encontram para fundar a Federação dos Bacamarteiros de Pernambuco

Foi realizado na manhã/tarde deste sábado, 28 de Janeiro, uma assembléia de fundação da Federação dos Bacamarteiros do Estado de Pernambuco. Estavam presentes no evento bacamarteiros da Cidade de Bonito, Cabo de Santo Agostinho, Cupira, Abreu e Lima, Palmares, Belém de Maria, Araçoiaba, Moreno, Custódia, Triunfo, Flores, Serra Talhada e Carnaíba.

O evento teve início as 11:00horas com a palavra do presidente de honra do Batalhão 15, o Sr. Euclides Paiva, Euclides falou que a fundação da federação era um "sonho que estava perto de se concretizar", após o pronunciamento do Sr. Euclides Paiva, veio a falar para todos que estavam presentes, O Dr. Nelson Daniel, Advogado e Bacamarteiro do Município de Flores, ele é o responsável por toda parte legal do processo de fundação e legalização da federação pernambucana, após a apresentação por parte do Dr. Nelson a palavra foi passada para o Profº. Ivan Marinho que é bacamarteiro da Cidade do Cabo de Santo Agostinho, logo após a palavra do Profº. Ivan, foram apresentados a chapa dos candidatos que ficariam a frente da federação no primeiro ano, após apresentado e aprovado por todos os presentes, ficará a frente os seguintes eleitos:


Presidente:

Profº. Ivan Marinho (Cabo de Santo Agostinho)

Secretário:

Dr. Nelson Daniel Tadel (Flores)

Diretor Financeiro:

José Carlos (Abreu e Lima)


Conselho Fiscal:

Janduy (Riacho das Almas)
Euclídes Paiva (Bonito)
Jose Manoel Paiva (Batateiras)

Suplentes:

José Antonio (Serra Talhada)
Eronildo Amorim (Triunfo)
Severino Manoel (Moreno)


















Fonte: bonitobacamarte.blogspot.com

sábado, 22 de janeiro de 2011

População decepcionada


Se for para traduzir a 195ª Festa de São Sebastião em apenas uma palavra a mais adequada seria "DECEPÇÃO", isso mesmo, decepção seria a palavra certa para traduzir essa festa, desde a programação até a alvorada, Bonito nunca tinha presenciado uma festa tão fraca e pelo segundo ano viram como presidente da festa o secretário de turismo da cidade (aquele mesmo que todo mês doaria seu salário para uma instituição). O que a população viu foi uma desorganização total, nas missas os fiéis tinha que dividir a igreja com os andaimes que estavam sendo usados para a pintura da igreja (pintura esta que não foi concluída).

As atrações:

Uma pesquisa no site da prefeitura sobre quais eram as bandas favoritas para a festa fez a população ficar otimista com a programação da 195ª edição da Festa de São Sebastião, afinal, nomes consagrados faziam parte da pesquisa, mas o que se viu não foi bem o que se esperava, claro que nomes como o do pernambucano Alceu Valença dispensa comentários, assim como os bonitenses Maurício Ramalho e da cantora Simone Rodrigues, agora as bandas baianas cheiro de amor e araketu, fala sério, e o que dizer de forró dos play's e toque de luxo? talvez esse tenha sido o reflexo para uma festa tão fraca e decepcionante.

A Alvorada:

A tradicional alvorada sempre foi uma marca registrada da festa, até o momento em que foi criado o bloco Furacões da Alvorada, esse bloco nasceu com intuitos políticos, e isso fez com que a alvorada fosse dividida em duas, uma parte é feita pela população e os turistas a outra pelo grupo do atual gestor do município (Bloco Furacões da Alvorada). nos últimos dois anos, a população deixou de participar da alvorada, já que a tradição havia sido vencida pelo bloco político, o reflexo disso foi a alvorada deste ano, uma total decepção, meia dúzia de participantes ficaram parados na avenida atrás de um trio elétrico. Esperamos que essa festa sirva de lição para a gestão municipal.


terça-feira, 18 de janeiro de 2011

UM POUCO DE HISTÓRIA


O Diário de Pernambuco que circulou no dia 29 de Janeiro de 1884, publicou o seguinte suelto sobre os festejos de São Sebastião:

"Bonito - Escreveram-se em 22 do corrente; no dia 20 do corrente teve lugar nesta vila a festa do glorioso mártir São Sebastião, que se venera em sua capela, havendo novenas, e com versos cantados pelo jovem João Brayner. No dia da festa houve missa solene oficializada pelo Revdm. Sr. Vigário, tendo deixado de haver o penegírico de São Sebastião, por causa do sacerdote não ter comparecido por incômodo de saúde. a tarde houve procissão que percorreu diversas ruas com os andores de N. S. da Conceição e São Sebastião acompanhada pelas respectivas Irmandades, duas bandas de músicas marciais e para mais de 2000 pessoas. Recolhendo-se, houve uma ladainha, e descida da bandeira, segurando nesta diversas meninas trajadas de branco, encerrando-se o ato com lindo fogo de artifício, feito pelos pirotécnicos desta localidade. a comissão cumpriu fielmente o seu mandato, não poupando nada.

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Conheça Bonito-PE | a segunda maravilha de Pernambuco


Cachoeira de Barra Azul



A cidade de Bonito está localizada a 135 Km da capital Recife. o municipio é coberto por inumeras belezas naturais e foi eleita uma das sete maravilhas de Pernambuco, um dos motivos para esse reconhecimento, é o numero significante de belas Cachoeiras, sem contar da hospitalidade do povo bonitense.

O municipio é a principal rota para os amantes do Rapel, o ponto de encontro para esses aventureiros é a Cachoeira do Véu da Noiva, com mais de 40 metros de queda d'água.

















Cachoeira Véu da Noiva

domingo, 2 de janeiro de 2011

Bonitenses


A postagem da série "Bonitenses" trás hoje o Comendador Francisco Benício das Chagas, ele nasceu em 1845, e era filho do latifundiário Francisco José das Chagas.

As primeiras reuniões dançantes do Bonito ocorreram no seu sobrado, doado ao Império Brasileiro em 1881, a fim de ser instalado nele o serviço telegráfico da Vila do Bonito. Por esta atitude, o Imperador D. Pedro II concedeu-lhe o título de "Comendador e Cavalheiro da Imperial Ordem da Rosa".


Para acessar postagens mais antigas clique aqui

Para acessar postagens mais antigas clique aqui
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...